Dr Hugo C. Neves e Dr Edson A. Neves
Doenças Vasculares

DICIONÁRIO VASCULAR

por , 18/09/2010

Resumido dicionário de termos utilizados frequentemente em Angiologia e Cirurgia Vascular

A


Anastomose - Intercomunicação dos vasos sangüíneos ou linfáticos por um dispositivo anatômico natural ou mediante canais acessórios ao redor de uma articulação , graças ao que são mantidas as veias de suprimento sangüíneo de umdeterminado território. São constantes as anastomoses de vasos periféricos.
Pode ser de origem cirúrgica, onde é feita comunicação entre vasos sangüíneos ou entre duas vísceras ocas.


Anastomose artério-venosa - Vaso modificado, que liga uma arteríola a uma vênula, sem a intervenção de capilares. Tais formações são numerosas na palma dês mãos, na sola dos pés e na polpa das falanges distais terminais.
Aneurisma - Dilatação localizada e anormal de uma artéria ou um saco lateral comunicante cheio de sangue, que aumenta tipicamente de tamanho, acusa pulsação expansiva e apresenta um sopro. Associa-se freqüentemente a dor, sintomas de pressão, erosão de partes contíguas e sintomas de compressão.
Aneurisma ampular - Pequeno aneurisma sacular; é mais freqüente nas artérias cerebrais.


Aneurisma anastomótico - Aneurisma cirsóide.


Aneurisma aórtico - Aneurisma da aorta, que se instala mais freqüentemente na aorta ascendente, onde pode dar origem a graves sintomas de compressão e eventualmente romper-se.


Aneurisma cardíaco - Abaulamento de uma porção enfraquecida da parede cardíaca, que se instala, às vezes, após uma oclusão coronariana.


Aneurisma cirsóide - Alongamento tortuoso e dilatação de parte de uma artéria. Dilatação de um grupo de vasos, formando o conjunto um tumor pulsátil sub-cutâneo, que ocorre mais freqüentemente no couro cabeludo.


Aneurisma congênito - Aneurisma por defeito do desenvolvimento.


Aneurisma de Rasmussen - Aneurisma de uma artéria pulmonar terminal em uma caverna tuberculosa, cuja rotura acarreta hemorragia.


Aneurisma em baga - Pequeno aneurisma sacular, constituído por defeito congênito da túnica média de uma artéria cerebral, cuja rotura é a causa mais comum de hemorragia subaracnóidea.


Aneurisma fusiforme - Dilatação arterial em forma de fuso.


Aneurisma intracavernoso - Aneurisma não fistuloso da artéria carótida interna no interior do seio cavernoso.


Aneurisma micótico - Dilatação anormal e localizada de um vaso, devida a destruição total ou parcial de sua parede por microrganismos.


Aneurisma ou hematoma dissecante - Aneurisma, no qual o sangue força passagem entre as túnicas de uma artéria.


Aneurismático, aneurismal - Referente a um aneurisma.


Aneurismectomia - Excisão de um aneurisma.


Aneurismoplastia - Restabelecimento de uma artéria no tratamento do aneurisma ; endaneurismorrafia reconstrutiva.


Aneurismo verdadeiro - Aneurisama, cujo saco é constituído por uma, duas ou todas as túnicas arteriais.


Angiangio - Expressão que significa vaso, vascular.


Angiectasia - Varizes ou tufos de capilares dilatados na pele, sob a forma de zonas vermelhas ou arrouxeadas na pele. Dilatação anormal de um vaso sangüíneo.


Angiite - Inflamação de um vaso sangüíneo ou linfático.


Angina - Dor ou crise opressiva. Especificamente, angina de peito. Qualquer doença assinalada por crise de sufocação, especialmente um processo da garganta.


Angiogênese - O desenvolvimento dos vasos sangüíneos.


Angiografia - Determinação da disposição dos vasos sangüíneos ou linfáticos sem sua dissecção, como pela capilaroscopia, radioscopia ou radiografia( onde a visualização dos vasos sangüíneos é feita injeção de contraste opaco não tóxico.)


Angiolito - Cálculo em um vaso sangüíneo; angiolítico.


Angiologia - Ramo da Medicina que estuda os vasos sangüíneos e o sistema linfático.


Angioma - Tumor hamartomatoso, composto de vasos sangüíneos ou linfáticos; hemangioma ou linfangioma.


Angioma senil - Variz papilar.


Angiopatia - Qualquer doença do sistema vascular.


Angioplastia - Cirurgia plástica de vasos sangüíneos lesados ou doentes.


Aorta - O grande vaso que nasce no ventrículo esquerdo e que por meio de suas ramificações, distribui sangue arterial por todas as partes do arganismo. Termina com as bifurcações nas ilíacas comuns, ao nível da quarta vértebra lombar.Divide-se em um segmento ascendente, um transverso e um descendente. A aorta toráxica vai até o diafragma e, a abdominal, até à bifurcação.


Aortalgia - Dor na região da aorta , devida, geralmente, à compressão exercida por um aneurisma sobre os tecidos envolventes.


Aortite - Inflamação da aorta.


Artéria - Vaso que transporta sangue para fora do coração . Compõe-se de três túnicas : íntima (interna) , média, e adventícia (externa).


Arteriectasia - Dilatação arterial.


Arteriografia - Representação gráfica do pulso arterial. Radiografia das artérias após a injeção intravascular de um meio de contraste opaco aos raios- X.


Arteríola - Pequena artéria.


Arteriopatia - Qualquer comprometimento mórbido de uma artéria.


Arteriosclerose - Qualquer de várias alterações proliferativas e degenerativas das artérias, não necessariamente relacionadas entre si, acarretando espessamento das paredes, perda da elasticidade e, em algunas casos, deposição de cálcio.


Arteriosclerose obliterante - arteriosclerose com proliferação da íntima , a ponto de obstruir a luz.


Arterite - Inflamação de uma artéria.


 


D


Dermoflebite - Inflamação das veias cutâneas.


Diabete insípido - Doença resultante de uma deficiência de hormônios antidiuréticos (vasopressina), caracterizada pela excreção de grandes volumes de urina, diluída, porém, normal, associada a uma polidipsia compensatória; combate-se mediante o tratamento substitutivo com vasopressina.


 


E


Ectasia - Dilatação ou distensão, geralmente de uma estrutura oca.


Edema - Acúmulo excessivo de líquido nos espaços dos tecidos, devido à maior transnudação dos capilares; hiropisia


Elefantíase - Aumento e espessamento dos tecidos subcutâneos e cutâneos, conseqüente à obstrução linfática e ao edema linfático. Na forma mais comum, nos trópicos, a linfangite recurrente é causada pela filária Wuchereia bancrofti. As pernas e o escroto são as regiões mais comuns lesadas.


Embolia - Oclusão de um vaso sangüíneo por um êmbolo, responsável por diversas síndromes, conforme o tamanho do vaso ocluído, a região irrigada e o caráter do êmbolo.


Êmbolo - fragmento de substância estranha à corrente sangüínea, ar, células cancerosas ou de outros tecidos, gordura, vegetações cardíacas, bloco de bactérias ou um corpo estranho que é transportado pela corrente sangüínea até se alojar em um vaso sangüíneo e obstruí-lo.


Endaortite - inflamação da íntima da aorta.


Endarterectomia - Extirpação cirúrgica de um trombo organizado e do endotélio anexo ou de uma íntima ateromatosa de um segmento de uma artéria trombosado.


Endarterial - Referente a íntima de uma artéria.


Endarterite - Inflamação da túnica interna ou íntima de uma artéria.


Endarterite - deformante endarterite obliterante com calcificação.


Endarterite - obliterante Arteriopatia degenerativa, principalmente das pequenas artérias das extremidades, na qual a hiperplasi muscular e fibrosa da média e da íntima acarretam estenose da luz, às vezes, oclusão.


Endoaneurismorrafia - Operação de aneurisma, que consiste na abertura do saco, sutura dos orifícios das artérias comunicantes e pregueamento e sutura das paredes aneurisma , criando assim, uma luz de tamanho aproximadamente normal.


Equimose - Extravasamento de sangue nos tecidos subcutâneos, alterando a coloração da pele. Qualquer extravasamento de sangue nos tecidos moles.


Erisipela - Infecção aguda, grave e contagiosa da pele por estreptococos, comumente na face, braços ou pernas. Surge uma erupção cutânea, levemente inchada e avermelhada, bem delimitada, com bordas que se alastram, freqüentemente trazendo pequenas bolhas. . Existem, geralmente sintomas constitucionais.


Esclerosante - Irritante químico que produz uma reação inflamatória e subseqüente fibrose. Muito utilizado nas varizes de pequeno calibre.


Exudação - Na inflamação, a passagem de diversos componentes do sangue para os tecidos ou espaços adjacentes, através das paredes vasculares.


Exutadto - Material de um alto teor de proteína e células, que na inflamação, passa para os tecidos ou espaços adjacentes, através das paredes vasculares.


Extravascular - Fora de um vaso.


Equimose – mancha negra, marrom ou amarelada, resultante da infiltração do tecido celular subcutâneo por certa quantidade de sangue na pele, nas mucosas ou nas serosas.


Eritema – ruborização cutânea por vasodilatação, que desaparece por vitropressão ou dígito-pressão. Pode ser de vários tipos: cianose, rubor, enantema, exantema, eritema marginado, eritemas figurados e eritrodermia.


Eritrodermia – eritema generalizado, crônico e persistente que se acompanha freqüentemente de descamação.


Exantema – eritema generalizado, agudo, de curta duração. Pode ser morbiliforme, rubeoliforme (áreas afetadas entremeadas com pele sã) ou escarlatiniforme (difuso e uniforme).


 


F


Fibrina - Proteína fibrosa e insolúvel formada pela interação do fibrinogênio e da trombina.


Fibrose - Aumento de tecido conjuntivo fibroso.-Fibrótico, adj.


Filaria - Nematódio alongado e filiforme que é membro da superfamília Filareodea. Os adultos podem viver nos sistemas circulatórios e linfáticos, nos tecidos conjuntivos ou nas cavidades serosas de um hospedeiro vertebrado. As formas lavarias ou microfilárias se encontram, habitualmente, no sangue circulante ou nos espaços linfáticos, onde são sugados por alguma forma de artrópodes hematófagos. Após uma série de metamorfoses no corpo do artrópode, as larvas migram para o probóscis como formas infestates.


Filaria malaia - Filaria humana causada por Brugia Malayi, que ocorre no sudeste da Ásia, transmitida por mosquitos dos gêneros Mansonia e Anopheles. Ocorrem linfonodopatia, linfadenite e elefantíase, principalmente dos membros inferiores.


Filariose - Infestação por filaria, com ou sem produção de doenças manifesta.


Fístula - Comunicação anormal, congênita ou adquirida, entre duas superfícies ou entre uma víscera ou outra estrutura oca e o exterior.


Fistula de Eck - Processo experimental de anastomose da veia porta com a veia cava inferior, de modo que o sangue portal contorne o fígado.


Flebectasia - Dilatação de uma veia;varicosidade.


Flebectomia - Extirpação de uma veia ou um segmento de uma veia.


Flebectopia - Deslocamento ou posição anormal de uma veia.


Flebexérese - Extirpação de uma veia.


Flebismo - Hiperdistenção persistente de uma veia, geralmente causada por obstrução.


Flebite - Inflamação de uma veia, com ou sem infecção e formação de um trombo.-flebítico, adj.


Flebocarcinoma - Propagação de um carcinoma às paredes de uma veia.


Flebóclise - Injeção intravenosa de grande volume de qualquer solução.


Fleboextrator - Instrumento cirúrgico de cabo longo e extremidade em anel, utilizado para extração de veias varicosas.


Fleboflebostomia - Operação para estabelecer uma anastomose entre veias.


Flebografia - 1.radiografia de uma ou várias veias, após a injeção intravenosa de uma substancia radiopaca. 2.Registro de pulsações venosas.


Flebógrafo - Instrumento para registro do pulso venoso.


Flebograma - 1. radiografia de uma veia, após a injeção intravenosa de uma substancia radiopaca. 2.Traçado ou registro do pulso venoso.


Flebolitíase - Formação de flebólitos.


Flebólito - Cálculo em uma veia.


Flebomanômetro - Aparelho para medir diretamente a pressão venosa.


Fleboplastia - Operação plástica para a reparação de veias.


Fleborrafia - Sutura de uma veia.


Fleborragia - Hemorragia venosa.


Fleborrexe - Rotura de uma veia.


Flebosclerose - 1.Esclerose de uma veia. 2. Flebite crônica.


Flebostasia - 1.Retirada temporária de certa quantidade de sangue da circulação geral mediante compressão das veias nas extremidades. 2.Retardamento ou interrupção da circulação venosa.


Flebostenose - Constrição de uma veia.


Flebotomia - Abertura de uma veia, para sangria.


Flebotomia - sem sangue Flebostasia.


Flebótomo - Instrumento cortante utilizado para a Flebotomia.


Flebotrombose - Formação ou presença de um trombo em uma veia, sem inflamação associada.


Flegmão - Inflamação piogênica, com infiltrações e propagação para os tecidos; observa-se com germes invasores que produzem hialuronidade e fibrinolisinas.- Flegmonoso, adj.


Flegmasia Alba dolens – oclusão do sistema venoso profundo sem atingir o superficial. A coloração da pele é leitosa, devido ao comprometimento dos linfáticos.


Flegmasia Coerulea dolens – oclusão dos sistemas superficial e profundo concomitantemente. O membro torna-se azulado e cianótico (“flebite azul”). A cianose pode chegar ao azul escuro ou negro, podendo levar à necrose do membro.


 


G


Gânglio - 1. Grupos de corpos celulares de neurônios, geralmente localizado fora do cérebro e da medula espinal, como por exemplo o gânglio da raiz dorsal dos nervos espinais. 2.Lesão cística semelhante a um tumor, localizada em uma bainha tendinosa ou em uma cápsula articular, especialmente nas mãos, punhos e pés, mas também, ocasionalmente, em outros tecidos conjuntivos. É composto de células estreladas em uma matriz de ácido hialurônico mucóide e fibras reticulares.


Gânglios linfáticos - Massas de tecido linfático, medindo de 1 a 25 mm de comprimento, freqüentemente em forma de fava, intercaladas no trajeto de vasos linfáticos, mais ou menos bem organizadas, por uma cápsula e tecido conjuntivo e trabéculas, em nódulos corticais e cordões medulares, que formam linfócitos, e em seios linfáticos, através dos quais a linfa é filtrada, permitindo a atividade fagocítica de células reticulares e macrófagos.


Gangrena - 1. Necrose de uma parte do corpo; ocasionada por déficit de irrigação sanguínea, por doenças várias ou por traumatismo. 2. As alterações putrefativas em tecido morto.


Gangrena arteriosclerótica - Gangrena seca das extremidades, devida à insuficiência da circulação terminal, em pacientes portadores de arteriosclerótica.


Gangrena diabética - Tipo de Gangrena úmida que se instala na evolução do diabete melito, amiúde em conseqüência de lesões ligeiras.


Gangrena gasosa - Modalidade de Gangrena que ocorre em ferimentos sérios e extensos, onde há esmagamento e desvitalização dos tecidos e contaminação por sujeira. Os organismos específicos encontrados são anaeróbicos, incluindo Clostridium perfringens, C. novyi, C. septicum e C. histolyticum; germes aeróbios piogênicos não específicos também estão presentes. Caracteriza- se por febre alta, descarga purolenta fétida e abundante do ferimento e pela presença de bolhas de gás nos tecidos.


Gangrena seca -Morte local de uma parte por obstrução arterial, sem obstrução venosa ou infecção.


Gangrena úmida - Invasão microbiana de tecido necrótico, com putrefação resultante.


Gangrena molhada - gangrena úmida.


Granulação - 1. Os minúsculos grânulos vermelhos que são visíveis a olho nu na base de uma úlcera; são constituídos de alças de capilares neo-formados e fibroblastos. 2. O processo formativo de tecido de granulação em ou em torno de um foco inflamatório. 3. A formação de grânulos.- granulado, adj.


Granulação exuberante - Excesso de tecido de granulação na base de uma ulceração ou de uma ferida em via de cicatrização.


 


H


Hemangiectasia - Dilatação de vasos sanguíneos.


Hemangioma - Angioma composto de vasos sanguíneos.


Hemetêmese - Vômito de sangue.


Hematoma - Coleção extravascular circunscrita de sangue, habitualmente coagulado, formando uma massa.


Hemossiderina - Pigmento de natureza glicoproteica que contém ferro, encontrado no fígado e na maior parte dos tecidos, representando ferro coloidal na forma de grânulos muito maiores do que as moléculas de ferritina. É insolúvel em água e difere da ferritina em mobilidade eletroforética. Acúmulos patológicos de hemossiderina ocorrem em diversos estados mórbidos.


Hemóstase, hemostasia - 1. A detenção de uma hemorragia ou de um fluxo de sangue 2. A cessação ou a lentificação da circulação.


Hipercromatismo - 1. Formação excessiva de pigmento da pele. 2. Condição em que células ou partes celulares se coram de modo mais intenso do que o normal.


Hipercromia - Hipercromatismo.


Hiperemia - Aumento da irrigação sanguínea de um órgão ou região do corpo, provocando distensão dos vasos sanguíneos. A hiperemia pode ser ativa, quando decorrente de dilatação vascular, ou passiva quando originada de blopqueio ou dificuldade da drenagem. hiperêmico, adj.


Hipertensão essencial - Forma familial e, possivelmente, genética de elevação da pressão sanguínea, de causa desconhecida, que pode acarretar anomalias anatômicas e fisiológicas do coração, dos vasos sanguíneos, dos rins e do sistema nervoso.


Hipocromia - 1. Deficiência ou falta de cor. 2. Falta de saturação completa do estroma eritrocítico com hemoglobina, como avaliada por palidez de eritrócitos corados ou não corados ao exame microscópico. hipocrômico, adj.


Hipovolemia - Volume sanguíneo baixo ou diminuído.- hipovolêmico, adj.


Homeo - Radical que significa semelhante.


Homeopatia - Sistema de medicina formulado por Samuel Hahnemann baseado no fenômeno da similaridade. A cura da doença é efetuada por doses mínimas de drogas que possuem os mesmos sinais e sintomas em uma pessoa sadia que aqueles apresentados na doença para cujo tratamento são administradas. - homeopata, s.


Homeostase - A manutenção de estados de equilíbrio no organismo por processos fisiológicos coordenados. Assim todos os sistemas orgânicos são integrados por ajustes automáticos de forma a manter dentro de estreitos limites distúrbios excitados por ou diretamente resultantes de alterações no organismo ou no seu meio ambiente. homoestático, adj.


 


L


Laser - Radiação artificial obtida com base na propriedade de certas moléculas emitirem radiação essencialmente monocromática quando estimuladas por energia radiante de freqüências ópticas (perto do ultravioleta, visível e infravermelho). A radiação emitida pode ser produzida como feixe direcional de grande poder (raios laser), o qual tem sido utilizado como instrumento cirúrgico, na escleroterapia de varizes e pesquisa.


Lei do afeto universal - Em Psicologia, a premissa de que toda idéia, pensamento ou objeto, não impota quão aparentemente insignificante ou neutro, possui uma carga definida de afeto ou emoção


Linfa - O líquido dos vasos linfáticos, coletado a partir do líquido intersticial


Linfadenectomia - Excisão de um gânglio linfático.a


Linfadenomatose - Linfoma maligno.a.


Linfadenopatia - Qualquer doença dos gânglios linfáticos.z.


Linfangite - Inflamação de um ou mais vasos linfáticos.o.


Linfedema - Edema decorrente de obstrução de vasos linfáticos.


Linfoma - Qualquer neoplasia, habitualmente malígna, dos tecidos linfáticosa.


 


U


Úlcera - Interrupção de continuidade de uma superfície epitelial, com base inflamada


Úlcera Arterial - Ulceração causada por insuficiência ou oclusão arterial


Úlcera atônica - Ulceração que apresenta pouca disposição de cicatrizar


Úlcera de Bauru - Úlcera cutânea que ocorre na leichmaníase muco-cutânea americana


Úlcera de estase - Ulceração, habitualmente das pernas, por insuficiência venosa crônica ou estase venosa.


Úlcera de Marjolin - Ülcera devido a alteração maligna de uma úlcera crônica ou cicatriz.


Úlcera neurotrófica - Úlcera de decúbito por distúrbios tróficos conse quentes à interrupção ou comprometimento patológico de fibras nervosas aferentes, somadas ao fator de traumatismo externo.


Úlcera trófica - Úlcera neurotrófica.


Úlcera varicosa - Úlcera de estase venosa.(Ver melhor na sessão de casos clínicos)


Ulceração - Processo de formação de uma úlcera.


Ulcerar - Converter-se em úlcera ou ser atingido por uma úlcera.


 


V


Válvula - Dispositivo, em um vaso ou trajeto, que evita o refluxo de seu conteúdo.


Varicocele - Dilatação das veias do plexo pampiniforme do cordão espermático, que determina uma tumefação mole, elástica e freqüentemente, incômoda.


Varicocele útero-ovariana - Estado varicoso das veias do plexo pampiniforme, no ligamento largo.


Varicocelectomia - Extirpação cirúrgica de veias espermáticas dilatadas, acompanhada ou não pela extirpação de uma parte do escroto, para a cura radical da varicocele.


Varicoflebite - Inflamação de uma ou diversas veias varicosas.


Varicografia - Visibilidade radiográfica do trajeto e da amplitude de uma coleção de veias varicosas.


Varicóide - Semelhante a uma variz.


Varicônfalo - Varicosidade umbilical.


Varicose - Dilatação anormal das veias.


Varicosidade - Propriedade de exibir varizes ou de ser varicoso. Uma veia varicosa.


Varicoso - Característico de vasos sanguíneos dilatados, tortuosos e formando nós. Produzido por veias varicosas.


Varicotomia - Extirpação cirúrgica de uma veia varicosa.


Varícula - Uma variz da conjuntiva.


Variz - Uma veia dilatada e tortuosa. Uma artéria ou um vaso linfático dilatado e tortuoso.


Variz aneurismática - Aneurisma artério-venoso no qual o sangue flui diretamente para veias adjacentes, tornando-se dilatadas, tortuosas e pulsáteis.


Variz papilar - Tumor cutâneo benigno, que consiste de um único vaso sanguíneo dilatado; ocorre depois da meia idade.


Varizes esofagianas - Veias anastomosantes dilatadas do plexo esofagiano, resultantes de hipertensão portal persistente.


Vas-, vasi-, vaso- :Expressões que significam: vaso, vascular.


Vasa vasorum - Vasos sanguíneos que irrigam as paredes das artérias e veias co calibre superior a 1mm.


Vascular - Referente a vasos.


Vascularidade - Propriedade de ser vascular.


Vascularização - Processo dos tecidos se tornarem vasculares. Formação e extensão de capilares vasculares no interior dos tecidos e em sua direção.


Vasculite - Inflamação de um vaso , angeíte.


Vasculogênese - Formação do sistema vascular.


Vasificação - Processo de formação de novos vasos sanguíneos.


Vaso - Recipiente de líquido, especialmente um tubo ou canal para o transporte de sangue ou linfa.


Vasoconstrção - Constrição de vasos sanguíneos, particularmente a estenose funcional da luz arteriolar.


Vasoconstritor - Que determina, estimula ou apresenta a constrição de vasos sanguíneos.


Vasodepressor - Agente que produz a depressão vasomotora ou que faz baixar a pressão sanguínea.


Vasodilatação - Dilatação de vasos sanguíneos, especialmente o aumento funcional da luz arteriolar.


Vasodilatador - Nervo o u agente que produz a dilatação dos vasos sanguíneos. Referente ao relaxamento da musculatura lisa do sistema vascular.


Vaso-estimulante - Que induz ou estimula a ação vasomotora. Qualquer agente que provoca ação vasomotora.


Vasoformação - Processo pelo qual os vasos sanguíneos são produzidos ou formados; vasculogênese.


Vasogênico - Referente ao desenvolvimento de vasos sanguíneos ou linfáticos. De origem vascular.


Vasografia - Radiografia de vasos sanguíneos.


Vaso-hipertônico - Vasoconstritor.


Vaso-hipotônico - Vasodilatador.


Vaso-inibidor - Medicamento ou agente que tende a inibir a ação dos nervos vasomotores.


Vasoligadura - Ligadura cirúrgica de um canal deferente.


Vasomotor - Que regula a contração (vasoconstrição) e a expansão (vasodilatação) dos vasos sanguíneos. Vasoconstritor.


Vasomotricidade - Aumento ou diminuição do calibre de um vaso sanguíneo.


Vasoneurose - Angioneurose.


Vasoparalisia - Paralisia vasomotora.


Vasoparesia - Paralisia vasomotora parcial.


Vasopressor - Qualquer substância que produz contração da musculatura lisa dos vasos.


Vasopuntura - Punção cirúrgica de um canal deferente.


Vasorrafia - Sutura termo-terminal ou término-lateral de um canal deferente ou de um vaso sanguíneo.


Vasorrelaxamento - Diminuição da tensão vascular.


Dr Edson A. Neves - Angiologista
(Membro Efetivo da SBACV)


Continue nos acessando que sempre estaremos prontos a informar para contribuir na melhora de sua estética e de seu bem estar.


 


 

COMENTE ESTE ARTIGO

Esta área é exclusiva para comentários. Em caso de dúvidas clique aqui.

COMENTÁRIOS DE OUTROS LEITORES (0)

  • Nenhum item encontrado.