Dr Hugo C. Neves e Dr Edson A. Neves
Estética das Pernas

Avaliação vascular preventiva para atividade física orientada

por , 17/10/2010

Seria muito prudente que se tivesse por norma a solicitação aos portadores de insuficiência vascular para fazerem um exame preventivo com um Angiologista

 É necessário que o profissional de Educação Física não só avalie as habilidades e capacidades físicas, mas também, observe o aspecto físico geral e diante de qualquer evidência de distúrbio orgânico importante como as varizes, procure um Angiologista para que seja feita uma avaliação médica vascular preventiva. 



Seria muito prudente que se tivesse por norma de solicitar aos portadores de insuficiência vascular declarada ou com presença de varizes superficiais, que procurassem uma avaliação e orientação médica angiológica antes de se iniciar a prática regular de atividades físicas. 



É sabido que os portadores de varizes correm grande risco de agravar seu quadro clínico quando portadores de insuficiência valvular venosa. E quando na presença de varizes de grosso calibre é grande o risco de se desenvolverem mais vasos varicosos com as atividade  com uso de sobrecargas. 


No caso do seu aluno apresentar queixas de desconforto nas pernas como: dormências, edemas, dor em peso e varizes visíveis em membros inferiores, à indicação formal seria a avaliação por um clínico Angiologista para que seja verificado o grau de insuficiência vascular. 


Numa avaliação clínica vascular é facilmente detectado com os modernos métodos de diagnóstico como a fleboscopia (vídeo abaixo) e o ultra-som vascular (Doppler vascular) se o paciente é portador de insuficiência vascular importante que restrinja ou o impessa de praticar atividades físicas com sobrecargas. 




Estes exames são totalmente indolores e práticos,auxiliando na investigação de vasos profundos, onde se verifica a competência das válvulas venosas, a existência de trombos tanto para o sistema venoso como o arterial das pernas. 


Recomendo sobretudo uma atenção especial com relação o sistema circulatório deverá ser dada aos alunos diabéticos e fumantes, são eles os mais acometidos de insuficiência vascular. 


E ainda na presença de edemas e presença de hematomas (placas vermelhas) nas pernas, evitarem massagens ou outras terapias alternativas sem a devida avaliação de um médico Angiologista. Muitos casos de flebite e trombose começam de forma branda e podem agravar se forem adotadas condutas inadequadas. 


Por outro lado, é possível ,mesmo diante de um quadro de insuficiência vascular moderado onde se tenha a indicação de atividades físicas “com moderação” por parte do Angiologista, que seja elaborado um programa especial de atividades físicas que primeiramente não agrave o quadro clínico vascular e que contribua, atuando junto com as demais condutas médicas indicadas, na normalização do fluxo sangüíneo. Tudo dependerá , é claro , do tipo patologia vascular apresentada. 


IMPORTANTE: 


A PERIODICIDADE E O ACOMPANHAMENTO POR PARTE DO ANGIOLOGISTA DEVEM SER SUGERIDOS PARA RESPALDAR O SEU PROGRAMA DE ATIVIDASDES FÍSICAS E EXIMIR DE QUALQUER DANO OU HIPERTROFIA VASCULAR E FORMAÇÃO DE VARIZES QUE POSSAM OCORRER NO TRANSCURSO DE SUAS ATIVIDADES FÍSICAS. 


- Na presença de patologia arterial, só será possível a indicação de atividades físicas com a supervisão médica vascular, para que seja implementado um programa de exercícios de estímulo à formação de circulação colateral. Requer grande experiência por parte do professor, que deverá atuar diretamente com o aluno, informando constantemente ao médico a performance do seu aluno que deverá ser reavaliado pelo médico freqüentemente em função do seu grau de comprometimento vascular arterial distal. 


 Maiores informações entre em contato conosco


Barra da Tijuca -  39828646    RJ - RIO    Campo Grande  - 3394 3363


 Acompanhe-nos também pelo twitter :     www.twitter.com/varizes

COMENTE ESTE ARTIGO

Esta área é exclusiva para comentários. Em caso de dúvidas clique aqui.

COMENTÁRIOS DE OUTROS LEITORES (0)

  • Nenhum item encontrado.