Dr Hugo C. Neves e Dr Edson A. Neves
Prevenção Vascular

Hemorragia - primeiros socorros vascular

por , 22/08/2012

O texto a seguir é dedicado a pessoas interessadas em adquirir noções de primeiros socorros, em casos de emergência até a chegada do médico

varicorragoa



Diante de um quadro hemorrágico, devemos proceder com rapidez para evitar o choque do paciente provocado pela perda demasiada de sangue. O prestador de socorro deve ao mesmo tempo em que controla e acalma a vítima, proceder à inspeção de sinais externos como:

- pulsação: se forte ou fraca

- pele: se está fria, pálida

- coloração dos lábios: brancos, arroxeados ou normais

- as mãos e dedos: arroxeados ou não


Caso estes sinais externos estejam presentes, é sinal de comprometimento circulatório sério. O paciente deve ser encaminhado rapidamente ao médico ou pronto-socorro mais próximo.

Outras condutas imediatas

• Deite o acidentado com a cabeça baixa (a não ser que o sangramento seja na cabeça; neste caso, é melhor deixá-la um pouco mais elevada que o tronco). Mantenha a vítima o mais imóvel possível. Se houver ferimentos nos braços ou nas pernas, mantenha o membro afetado elevado o maior tempo possível.

• Coloque uma compressa gelada no local do traumatismo. Com um pano limpo, pressione levemente a região, amarrando um outro logo acima do ferimento para conter o sangramento. Se mesmo assim a hemorragia continuar, comprima a artéria mais próxima com o dedo.

• Se o ferimento for nos braços ou nas pernas, será mais fácil conter o sangramento elevando o membro, a não ser que exista uma fratura e o membro fique sem sustentação.

• Se o ferimento for em uma veia varicosa, a primeira providência é elevar as pernas, comprimindo-a com o auxílio de um pano limpo no local traumatizado. Mantenha esta posição até que pare o sangramento. Logo em seguida, coloque compressas de gaze sobre o ferimento e envolva-o com uma atadura realizando uma ligeira pressão, começando do pé até próximo ao joelho.

• Caso a vitima esteja consciente, pergunte seu nome, endereço e a data, para verificar seu estado de lucidez.

• Acalme o paciente com palavras do tipo: "Tudo ficará bem... não é grave, tenha calma!"

•Se houver suspeita de fratura no local, não lavá-lo com as mãos. No caso de cortes maiores, depois de lavar bem o local, deve-se aproximar as bordas da ferida e colocar um pedaço de esparadrapo, para fixar a pele nesta posição. Não dê nada para o paciente beber. Se necessário, apenas molhe a boca em caso de muita sede.

• Mantenha observação constante na respiração da vítima, para intervir com massagem cardíaca caso ocorra um parada respiratória.

Providencie socorro médico imediato.



- Dr Edson A. Neves   e    Dr Hugo C. Neves



(Membros  da Sociedade Bras. de Angiologia e Cir. Vascular)





Continue nos acessando que sempre estaremos prontos a informar para contribuir na melhora de sua estética e de seu bem estar.



Clínicas Belas Pernas – Barra da Tijuca (Downtown) e Campo Grande - RJ

Tratamento de varizes  e Patologias Vasculares em geral

Escleroterapia - Dopplerometria-  Eco color doppler em nossas clínicas -  Drenagem Linfática exclusiva para os casos de Dinfedema





 



 

COMENTE ESTE ARTIGO

Esta área é exclusiva para comentários. Em caso de dúvidas clique aqui.

COMENTÁRIOS DE OUTROS LEITORES (0)

  • Nenhum item encontrado.